thegrandbudapest

Confesso que tenho um amor muito enorme pelo Wes Anderson, e de vários filmes que assisti do diretor, esse se mantém bem no meio. Não é meu preferido, mas tá longe de ser ruim. É um filme interessante, uma comédia gostosa, mas esperta e tem o humor que é específico do diretor. O filme conta a história do Gustave H, um legendário  porteiro de um hotel (duh), e Zero Moustafa, um ‘lobby boy’ que vira seu melhor amigo e toda a aventura que eles se metem após o assassinato de uma cliente do hotel e o “roubo” de uma pintura.

Achei a história um tanto quanto rápida em certas partes e mais devagar em outras, mas mesmo assim, a estética do filme é linda. É um filme que rende cenas extremamente belas, mas não me cativou tanto quanto Moonrise Kindgom (que falei sobre aqui) ou The Royal Tenenbaums. Trailer aqui.

O Grande Hotel Budapeste (The Grand Budapest Hotel), 2014, 100min. Diretor: Wes Anderson. Elenco: Ralph Fiennes, F. Murray Abraham e Mathieu Amalric.

undertheskin

Vocês sabem aquele filme que desde que você lê a sinópse fica ansiosa, esperando e torcendo pra ser algo realmente bom porque tem um potencial absurdo? Foi como me senti quando soube da produção desse filme e, me atrevo a dizer, que se saiu melhor do que esperado. Under The Skin conta a história de uma extraterrestre (Scarlett) que seduz homens solitários na Escócia, mas conforme o tempo passa, alguns eventos acabam levando-a para um caminho de auto descoberta.

O ritmo do filme é bem lerdinho, já vou falando, mas é bem interessante. O enredo é bem simples, não tem nada de efeito ou muito produzido no filme, mas ele é tão complexo, tão diferente do que eu tenho assistido e sem duvidas, é uma das melhores performances da Scarlett na vida. Foi o tipo de filme que eu fui acompanhando com calma, me surpreendendo em algumas partes, mas ele vai mesmo crescendo e te dominando até te fazer ter uma surpresa por como tudo se desenrola e termina. Se eu pudesse recomendar, falaria pra vocês assistirem ele já. Trailer aqui.

Sob a Pele (Under The Skin), 2013, 108min. Diretor: Jonathan Galzer. Elenco: Scarlett Johansson, Jeremy McWilliams e Lynsey Taylor Mackay.

shortterm12

Eu sou a maior manteiga derretida, mas fazia muito tempo que um filme não me fazia sentir tanto. Tinha altas esperanças sobre o filme por ter lido coisas muito boas, mas não imaginava que teria tanta emoção forte de realmente lagrimar em algumas cenas super tristes sem, em nenhum momento, serem apelativas. O filme conta a história de uma menina de vinte e poucos anos que trabalha como supervisora de uma instalação de tratamento residencial para jovens com problemas e ao mesmo tempo, como ela tem que lidar com os problemas dela e do namorado que também trabalha com ela.

Seria muito fácil ser um filme besta, que tentasse te chocar e ficar com pena de cada um dos personagens, mas por mais que ele não foque muito na vida de nenhum deles e sim só mostre a ponta do problema de cada um, é o suficiente pra você criar empatia, se interessar e entender os personagens. É um filme bem direto, forte de algumas formas e surpreendente. Sem contar que depois dele nasceu toda uma crush imensa pela Brie Larson e uma vontade de ir atrás de mais trabalhos dela. Trailer aqui.

Temporário 12 (Short Term 12), 2013, 96min. Diretor: Destin Daniel Cretton. Elenco: Brie Larson, Frantz Turner e John Gallagher Jr.

Share: