Vida

Hoje foi um daqueles dias em que nada relativamente interessante aconteceu, mas eu me peguei descendo do ônibus, de um lugar que nunca tinha ido, então me senti vitoriosa por me encontrar sozinha sem ajuda de celular nessa cidade imensa, andando com o vento batendo no meu rosto de uma forma extremamente agradável sem que estivesse muito quente ou muito frio, escutando o barulho da rua, as pessoas conversando em volta, algumas (poucas – ainda bem) buzinas e pensando na vida.

Refleti sobre tudo que aconteceu nesses nove meses desde que cheguei aqui, refleti sobre o dia de hoje, a semana, o mês, os meus desejos, planos futuros, mas bem rapidamente, e depois só observei as pessoas de longe, bebendo, conversando, se apaixonando… enquanto fui andando até chegar em casa. Entrei aqui e fui recebida com amor por dois gatos lindos e carinhosos. Eu deitei na cama, sorri e agradeci por tudo que aconteceu. As coisas ruins que vieram porque foram necessárias, como eu consegui passar por isso, as coisas boas que chegaram a mim tendo eu pedido e me esforçado ou não, mas tudo que de alguma forma me fez crescer e chegar onde eu estou. Eu sorri porque o saldo da vida anda positivo e eu só tenho a agradecer e aproveitar.

E com tanta desgraça acontecendo no mundo eu posso dormir pensando que, pra mim, hoje foi um dia feliz.

Imagem:Maren Celest

Share: