Lolla

Acredito que todo mundo sabe que esse final de semana que passou foi o Lollapalooza. Ainda tenho tentado processar tudo que aconteceu nesse final de semana, mas resumindo bem rápido: foi lindo. Fui em todas as três edições brasileiras e na primeira chilena, e posso falar que mesmo esse sendo, inicialmente, o line up menos interessante para mim foi também o melhor festival que eu já fui.

Diferente das duas primeiras edições, o Lolla aconteceu esse ano no Autódramo de Interlagos, ou seja, longe de tudo e todos, e muito maior do que o Jockey Club dos anos anteriores. No sábado, fui para assistir uma quantidade enorme de shows, mas obviamente que não dá pra ver tudo. Acabei perdendo o Capital Cities, mas peguei grande parte do Cage The Elephant, metade do show do Imagine Dragons, mas logo saí pra ir pra quase-grade da Lorde que fez um show lindo. Se a menina com 17 anos faz uma apresentação tão intimista e gostosa como aquela, não sei o que vai ser dela daqui uns cinco anos. Saí de lá feliz, arrepiada e amando mais ainda esse álbum que é um dos meus preferidos do ano passado. Não consegui assistir Nine Inch Nails mesmo tentando, e infelizmente, com pouco tempo e muitos shows você tem que priorizar e acabei indo sentar porque estava exausta. Me bateu um arrependimento depois de ler vários amigos falando super bem da apresentação Trent e do set como um todo, mas não dava pra mim. Em compensação, me acabei no Disclosure, dancei horrores, e gastei todas as energias que tinha acabado de carregar. A melhor parte é que não tinha muuuita gente, se for comparar com o público do Muse, que eu particularmente acho um porre.

Imagine Dragons

Pior parte do dia foi ter que passar o perrengue do metrô na volta, da fila imensa pra chegar na estação e aquele bando de gente passando por apenas cinco catracas. Não foi fácil, ainda mais super cansada como estava. Mas uma das melhores partes do dia, além do show da Lorde, foi finalmente conhecer pessoalmente a Gabi. Ficamos quase todos os shows juntas, pudemos nos conhecer pessoalmente e conversar bastante. Não tem muita coisa melhor do que conhecer alguém que virou sua amiga graças a esse blog aqui, né? 🙂

Lorde

No segundo dia, confesso que cheguei no local cansada e desanimada, mas mal sabia que logo seria contrariada. Decidimos almoçar por lá naquelas tendas dos chef’s, que por sinal, ideia genial e espero que as outras edições contem com isso, e logo me meti pra ficar na grade do show da Ellie Goulding. Pra isso tive que enfrentar um sol absurdo, muito, muito calor, muita gente e um show inteiro do Raimundos. Não estou reclamando porque, pra mim surpresa, eu sabia cantar a maioria das músicas, hahaha. O show da Ellie foi bem bonito, super divertido, pulei, cantei, morri de amores por aquela loira, mas confesso que o som não estava muito bom com o baixo mais alto que a própria voz da cantora.

Disclosure

Depois disso, corremos pro Vampire Weekend que é outra banda que eu adoro, mas que foi a minha maior decepção do festival inteiro porque parecia que eles não estavam com nenhuma energia pra estar lá. Não sei se senti isso por ver o show bem distante, mas não dancei e me animei tanto como imaginava. Mal sabia eu que meu dia seria salva pelos próximos dois shows maravilhosos: Jake Bugg e Arcade Fire. Não dava nada pro Jake Bugg, mas sentar no chão, conversar com os seus amigos e ficar vendo o show de longe ouvind uma música estupidamente boa foi tudo que precisava naquela hora. Saí apaixonada por ele e grata pela hora de pura alegria e sensações maravilhosas que a música dele me transmitiu e fui direto pro Arcade Fire que sabia que seria lindo, mas não tão emocionante como foi. Resumindo: pulei, lagrimei, fiquei arrepiada, sorrindo, e todo o mix de emoções que só uma banda realmente boa pode te transmitir.

Saí de lá esgotada, cansada como poucas vezes na vida, mas muito, muito feliz. Esse provavelmente foi o melhor festival que já fui na vida, e que me deu mais momentos inesquecíveis. Agora, que venham os próximos desse ano e o Lolla em 2015. 🙂

Lindos

Lolla

Lolla

Lolla

Look Lolla

E ah, tem review do Lolla do ano passado nesse post aqui.

Share: